O novo ciclo do aumento da Selic e os efeitos para quem quer comprar um imóvel

25/06/2021

 

A Selic vai aumentar novamente. Desde o começo da pandemia, a Taxa básica de juros (Selic) ficou em uma baixa histórica, chegando a bater 2% ao ano – menor valor já registrado desde que o indicador passou a existir. Nesse novo ciclo de aumentos da Selic, qual é o impacto para quem quer comprar um imóvel?

Neste texto nós iremos explicar. Acompanhe conosco para saber mais.

Baixa histórica da Selic e incentivo à economia



Como se sabe, a pandemia de Covid-19 prejudicou muito a economia brasileira. A queda no consumo, no emprego e na geração de renda afetou quase todos os mercados de maneira muito significativa. Apesar de ser menos afetado do que outros setores, o mercado imobiliário também sofreu quedas de demanda.

Tudo isso levou o Banco Central a baixar a taxa Selic para tentar impulsionar a economia novamente. Com os juros mais baixos, as pessoas teriam mais facilidade para contratar crédito dos bancos, que liberariam os financiamentos com valores mais atraentes e proporcionariam recuperação econômica por meio da maior circulação de dinheiro.

Para o setor imobiliário, este foi um grande incentivo. Enquanto muitos investimentos do mercado financeiro tinham resultados cada vez piores, investir em imóveis estava mais barato e os bens não se desvalorizavam. Logo, fazia sentido migrar dos papéis para os imóveis. O setor continuou aquecido e os empreendimentos imobiliários continuavam sendo construídos.

Novo ciclo de aumentos da Selic e seus impactos sobre o setor imobiliário



Contudo, a Selic baixa também tem outras consequências. A mais importante delas é que ela reduz muito a rentabilidade de diversos investimentos, como os títulos de renda fixa do Tesouro Direto. Além disso, com juros muito baixos por muito tempo, a tendência é que o aumento desenfreado do consumo gera inflação.

Por isso, desde o começo de 2021 o Banco Central voltou a aumentar gradativamente o valor da taxa Selic. No mês de junho, a taxa já havia chegado a 4,25% ao ano e a tendência é aumentar.

Mas quais os impactos da taxa Selic sobre o setor imobiliário agora e no futuro?

O impacto mais importante é que o financiamento imobiliário vai ficar mais caro. Mesmo em programas habitacionais subsidiados pelo Governo, a alta da Selic tem impacto direto e aumenta os juros consideravelmente.

Isso não freia necessariamente o setor imobiliário, mas vai exigir que os compradores desembolsem um pouco mais de dinheiro e/ou façam melhores pesquisas no mercado para achar as taxas de juros mais baixas nos bancos.

Por isso, se podemos dar uma dica para quem quer fazer financiamento imobiliário, a dica seria: faça hoje mesmo. Esperar um mês pode fazer com que a taxa Selic esteja ainda mais alta, aumentando o valor que será gasto no pagamento da dívida.

Ou, ainda, se você tiver condições de comprar o imóvel à vista, esta também pode ser uma opção muito interessante. Assim, você não paga juros e não precisa se importar com as oscilações da taxa Selic sobre o valor do seu negócio.

Acesse aqui nossas ofertas  e o nosso blog para mais notícias para saber tudo sobre o mercado imobiliário!

loading...
carregando
Atendimento Online

Insira seus dados e inicie uma conversa