Permuta de imóveis: como funciona e quais os cuidados você deve ter – considerar que neste negócio, a corretagem é devida por ambas as partes.

14/06/2021

 

 

Comprar e vender um imóvel podem ser processos demorados. Mas, felizmente, essa não é a única forma de adquirir um novo bem: também é possível fazer permuta de imóveis. Geralmente, esse tipo de transação é mais prática e mais rápida do que a compra e venda.

Quer conhecer mais sobre a permuta de imóveis? Então, confira os detalhes a seguir!

Permuta de imóveis: o que é e como funciona?



Permuta de imóveis é um acordo legal de troca de bens. Ela pode ser uma boa opção para pessoas que precisam se mudar com urgência, que vão mudar de cidade ou estado, ou que estão com dificuldade para vender o imóvel e dependem desse dinheiro para comprar um novo, uma vez que o processo de compra e venda pode ser mais demorado.

A permuta de imóveis pode ser realizada de duas formas:

 

  • Troca de um ou mais bens de valor de mercado equivalente;

 

  • Troca de um ou mais bens com pagamento de valor adicional, chamado de torna.


Para que a permuta de imóvel seja feita de forma segura, é necessário que os imóveis sejam avaliados por um profissional e que o acordo seja registrado legalmente. Para esse tipo de troca, não existe nenhum tipo de restrição em relação ao imóvel. Assim, a permuta pode ser realizada com apartamentos e casas já construídos em para construir, lotes, prédios, terrenos etc. A única exigência é que o imóvel esteja quitado.

Vale a pena lembrar que sempre que uma transferência de bens imóveis é realizada é necessário pagar o Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). No caso da permuta de imóveis, o imposto é pago para todos os bens envolvidos. Geralmente, o valor do ITBI varia entre 2% e 4% do valor do imóvel estabelecido pela prefeitura ou outro órgão do poder público.

No caso de permuta de imóveis com torna, quem recebeu o valor precisará pagar o Imposto de Renda proporcional a essa diferença. Além disso, a corretagem será cobrada de ambas as partes em processos com e sem torna.

5 cuidados que você deve ter ao fazer permuta de imóveis



Embora a permuta de imóveis possa ser muito vantajosa, é preciso tomar alguns cuidados antes de assinar um contrato. Afinal de contas, esse não é um processo que não é tão simples quanto parece, é necessário ter um bom acompanhamento para não ter problemas.

Então, a Enjoy Imóveis separou algumas dicas para garantir uma boa transação e evitar dor de cabeça no futuro, confira 5 precauções que você deve tomar antes de fechar um negócio.

 

  • 1. Verifique a situação legal do imóvel: antes mesmo de visitar o imóvel, solicite todos os documentos que comprovem a situação legal do imóvel para ter certeza de que ele pode ser negociado.

 

  • 2. Fique atento ao contrato: como o contrato de permuta de imóvel é diferente do de compra e venda, certifique-se de que todas as informações estão corretas, como data de entrega do bem, pagamento de impostos, valor da torna, entre outros.

 

  • 3. Faça uma avaliação do imóvel: algumas pessoas podem precificar seus bens de acordo com o que elas acham que ele vale, pois isso solicitar uma avaliação profissional do imóvel é a forma mais segura de garantir que você não vai perder dinheiro com a troca de bens.

 

  • 4. Entenda os motivos da permuta: assim como você tem os seus motivos para se mudar, o proprietário do outro imóvel também tem. Por isso, certifique-se de que as razões que levaram a permuta não serão um problema para você.

 

  • 5. Procure ajuda de um profissional capacitado: mesmo que você conheça e confie no outro proprietário, é importante ter um profissional capacitado para mediar a transação. Assim, o processo será mais seguro e nenhuma das partes vai se sentir prejudicada

 

Pode contar com a Enjoy imóveis para ajudar a você no acompanhamento do processo de permuta! Confira nossos imóveis clicando aqui!
 

loading...
carregando
Atendimento Online

Insira seus dados e inicie uma conversa