O que fazer no Jardim Botânico: dicas de passeios para toda a família

03/05/2022

Para quem está de passagem pelo Rio de Janeiro ou até para quem já mora na cidade, um dos lugares mais atraentes para desfrutar de momentos de relaxamento e contemplação é o Jardim Botânico.

Não é exagero dizer que dentre as inúmeras atrações que a Cidade Maravilhosa oferece, o Jardim Botânico está entre os principais pontos turísticos da Capital.

Trata-se de um ambiente capaz de agradar diversos públicos, fazendo com que seja um dos locais do Rio de Janeiro ideais para diferentes tipos de programa.

Seja para passear com as crianças, fazer caminhadas, aproveitar a paisagem e tirar fotos do Cristo Redentor por diversos ângulos ou estar em contato com a natureza, o Jardim Botânico é capaz de suprir satisfatoriamente tudo isso.

Sendo assim, conheça algumas dicas de passeios no Jardim Botânico para curtir com toda a família.

Atrações


Inaugurado em 1808 pelo rei Dom João VI para abrigar espécies de plantas do mundo inteiro na nova casa da Família Real portuguesa, o Jardim Botânico está localizado bem aos pés do Cristo Redentor.

O então príncipe-regente desejava fazer daquelas terras um local para tentar adaptar sementes e mudas de especiarias orientais ao clima brasileiro.

O Jardim Botânico, além de um importante instituto de pesquisa, é reconhecido como um patrimônio nacional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e reserva da biosfera da Mata Atlântica pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

No local, com mais de 540 mil metros quadrados de área cultivada e mais de 3.400 espécies variadas de plantas, sendo a mais imponente a palmeira imperial, é possível ter acesso a uma série de atrações.

Dentre os ambientes que merecem um passeio dentro do Jardim Botânico estão o Museu do Meio Ambiente, o sítio arqueológico Casa dos Pilões, o Orquidário, o Jardim Japonês e o Espaço Tom Jobim.

Na Casa dos Pilões, por exemplo, o visitante conhece o local que abrigou a Real Fábrica de Pólvora do período colonial. Ou seja, o local onde eram produzidas a pólvora e as munições para a defesa nacional.

A fábrica foi desativada em 1831 e o seu espaço hoje funciona como um museu, com áreas de escavação expostas, permitindo o aprendizado sobre a arqueologia e a história da sua construção.

Uma outra ótima opção de passeio com a família no Jardim Botânico é o Museu do Meio Ambiente, o primeiro da América Latina totalmente voltado para a questão ambiental.

O espaço foi inaugurado em 2008 e fica próximo à entrada do Jardim, possibilitando o acesso a exposições, ações educativas e de divulgação científica relacionadas com a sustentabilidade e o meio ambiente.

Jardim Japonês e Orquidário


O Jardim Japonês é um dos ambientes mais encantadores do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, sendo um passeio obrigatório para os visitantes.

Com inspiração nos tradicionais jardins característicos do Japão, com ponte no estilo oriental e lago de carpas, o Jardim Japonês proporciona uma graciosa combinação das plantas nativas do país oriental com espécies brasileiras.

No Orquidário e no Bromeliário, por sua vez, o visitante vai se maravilhar com espécies tradicionais e raras de orquídeas, além de centenas de espécies de bromélias.

Mas não são apenas os ambientes temáticos que cativam os frequentadores do Jardim Botânico. Passear pelo parque é aproveitar uma experiência de imersão na natureza como poucos lugares são capazes de proporcionar.

Ao caminhar pelo Jardim é possível notar a harmonia e a beleza das paisagens, com corredores de jambeiros e mangueiras, quedas d'água, lagos, pontes, ninhos, bichos subindo pelos troncos, dentre tantas outras vistas fascinantes.

Gostou do conteúdo? Confira mais artigos em nosso blog!

loading...
carregando
Atendimento Online

Insira seus dados e inicie uma conversa