Vistoria de imóveis: entenda como é feita e sua importância

19/11/2020

 

Em qualquer contrato de compra ou aluguel de imóveis, a vistoria precisa ser parte do processo. Esse procedimento consiste na avaliação das condições e estrutura do imóvel, com a finalidade de identificar qualquer problema antes da entrega das chaves. Ela é de extrema importância, tanto para garantir a segurança jurídica como a integridade física dos futuros moradores.

A seguir, entenda melhor o que é a vistoria e como ela é feita. Vamos lhe mostrar também por que esse procedimento é tão importante e por que todas as imobiliárias sérias exigem sua execução antes de fechar qualquer tipo de contrato. Continue lendo para saber mais.

O que é a vistoria e como ela deve ser feita?



Como já dissemos, a vistoria é uma avaliação que identifica a estrutura e as condições de um imóvel, e registra todos os potenciais problemas que possam haver. Esse processo geralmente é feito quando há mudança no inquilino de um imóvel alugado e também quando um imóvel comprado na planta fica pronto.

Primeiramente, é importante ressaltar que a vistoria deve ser realizada por um perito profissional, ou então, na 'pior das hipóteses', por um corretor imobiliário. O proprietário e/ou o inquilino podem até acompanhar o processo, mas isso não é necessário.

Cabe ao perito ou corretor verificar diversos aspectos do imóvel durante a vistoria. Os principais são o sistema elétrico e o sistema hidráulico do imóvel, as dimensões do imóvel, possíveis infiltrações ou vazamentos e rachaduras. É também importante verificar a fachada, as janelas e portas, revestimento dos pisos e questões de aparência, como pintura e possíveis rachaduras.

Após a análise, cabe ao perito registrar o laudo da vistoria. Esse documento deve ser assinado pelo locatário e pelo inquilino, ou pela construtora e pelo comprador em caso de contratos de compra. A importância disso você verifica a seguir.

Qual a importância desse procedimento?



A vistoria é imprescindível durante um contrato de compra na planta ou de aluguel. O principal motivo para isso é garantir a segurança de todos os envolvidos no contrato.

Primeiramente, a vistoria permite que quaisquer problemas estruturais ou de fachada sejam identificados. Assim, se for algo que coloque em risco a saúde dos moradores, é possível proceder com o ajuste e a reforma rapidamente. Também não há surpresas para nenhuma das partes envolvidas, evitando gastos inesperados ou qualquer problema sério.

Há também a questão da segurança jurídica das pessoas envolvidas no contrato. Assinando o laudo de vistoria, não é possível nem que o inquilino nem o locatário aleguem problemas nos imóveis, seja anteriores ou posteriores ao período do contrato. Da mesma forma, ao final do contrato, o inquilino tem como provar que o imóvel está sendo entregue da forma como foi pego.

E se você está procurando apartamento mas quer contar com uma imobiliária séria, que exija a vistoria, acesse nosso site e encontre as opções de imóveis que temos para você. Não deixe, também, de ficar de olho nos nossos artigos para saber todas as novidades do mercado imobiliário.


loading...
carregando
Atendimento Online

Insira seus dados e inicie uma conversa